Agorafobia.

"Eu lhe explicaria, se soubesse como. Era como se algo fosse me acontecer sempre que eu estivesse longe. Afetava o meu dia-a-dia completamente, como se eu nunca mais fosse voltar ao normal. As pessoas já estavam me vendo como um estranho. Era difícil me socializar por vontade, a aflição me preenchia, me comia vivo. E foi por isso que eu larguei o mundo, e o mundo consequentemente me largou. Eu só queria ficar dentro.
Nunca parei de observar o que acontecia lá fora, como as pessoas se moviam cada vez mais rápidas, como o mundo evoluía, ou pelo menos achava que evoluía. Vocês já repararam como as pessoas costumam fazer a mesma coisa, todos os dias, inconscientemente? E por mais horrível que pareça, todos caem nessa rotina. É realmente raro achar alguém que escape dela. Eu não posso dizer que sou um desses pois não sou. Meus dias eram todos iguais. Absolutamente todos! Eu só me preocupava com uma coisa: ficar dentro.
Eu nunca ousei. Sempre fui um sonhador, mas nunca ousei. Não ousei porque eu não poderia ousar, nem se quisesse. Algo me prendia, como fortes correntes. Puxavam meu pé, sempre. Por mais livre que eu fosse, nunca pude usufruir de liberdade. Ás vezes penso como minha vida seria se eu tivesse aproveitado as chances. Mas tinha essa corrente, sabe? Meu subconsciente, minha prisão. Lá fora não era pra mim, e por isso eu estava dentro. Eu sempre fiquei dentro.
Algo me diz que hoje é o meu ultimo dia. Já estou velho, já estava mais do que na hora. Se realmente for, partirei sem medo. Ao menos eu gostaria de me orgulhar de algo. Ao menos eu gostaria de realizar algo, sabe? Mas tudo bem, nem eu vou ser em vão. Pelo menos pude me controlar com minha falta de controle, e eu vou continuar dentro.
Dentro de casa."

3 comentários:

Alerrandra Almeida 10 de julho de 2010 10:59  

gosteii muitoo !!! faço das susas palavras as minhas! ...
seguindoo me segue ?
http://alerrandraalmeida.blogspot.com/

Francorebel 15 de julho de 2010 15:16  

Agorafobia não seria o medo de viver no momento presente?... Parece que o seu medo é de sair pro mundo, conviver e se socializar... isso não é uma doença, é uma parte sua que talvez precise apenas ser exercitada um pouquinho mais... valeu!!

Ótimo post, vou te seguir!

Obrigado por me visitar, o seu comentário lá é ótimo,

Abraço!

http://francorebel.blogspot.com/

Gustavo . 15 de julho de 2010 19:59  

Não não amigo, Agorafobia é uma doença onde a pessoa tem medo de ir para lugares com muita gente, onde dificultaria o escape em momentos de mal estar. Caso você queira mais informaçoes:
http://www.psicosite.com.br/tra/ans/agorafobia.htm

E eu não sofro de Agorafobia não, só tentei retratar isso mesmo haha!

Muito obrigado por seguir e comentar, seu blog é ótimo também!
Abraços!

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
“A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.”